SANTA APOLÔNIA

História Santa Apolônia



Santa Apolônia viveu no tempo do império romano por volta do ano 249. Era o tempo do imperador Felipe, que foi derrotado por Décio, e este tornou-se um dos mais cruéis perseguidores dos cristãos.

Apolônia era filha de um rico magistrado de Alexandria, e teve sua história contada pelo então Bispo de Alexandria, São Dionísio.

Na sétima investida do Imperador Décio contra os cristãos, ela foi capturada. Como Décio sempre fazia, Apolônia foi obrigada a renunciar a sua fé cristã pelas forças do império. Além disso, foi obrigada a prestar culto aos deuses romanos e renunciar à fé em Jesus Cristo e a obedecer o Imperador. Santa Apolônia, porém, firme na fé e tomada por uma coragem impressionante, negou-se a obedecer. Por isso, ela passou a sofrer terríveis torturas em praça pública.

Em meio às grandes torturas que sofreu sem negar sua fé, Santa Apolônia teve a sua mandíbula partida e os seus dentes arrancados violentamente.

Mesmo sofrendo a dor lancinante de ter seus dentes arrancados, ela não renunciou à sua fé. Ao ver sua firmeza na fé, os carrascos quebraram sua face com pancadas. Em seguida, foi condenada a morrer queimada.

Santa Apolônia ainda reunia forças para mostrar a todos sua fé inabalável. Assim, mesmo amarrada, ela própria se jogou na fogueira onde morreria, dizendo que preferia a morte a renunciar sua fé em Cristo. Deus, porém, protegeu Santa Apolônia e ela escapou ilesa da fogueira. Muitos dos presentes se converteram ao presenciar este fato. Então os carrascos lhe deram vários golpes de espada e lhe deceparam a cabeça.

Depois de sua morte, seus dentes foram recolhidos e levados para vários mosteiros. Existe um dente e um pedaço de sua mandíbula no Mosteiro de Santa Apolônia em Florença, Itália.

Pintura: O martírio de Santa Apolônia, por: Jacob Jordaens (Antuérpia, 19 de Maio de 1593 — Antuérpia, 18 de Outubro de 1678) foi um pintor barroco belga do século XVII.

Santa Apolônia - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas

Santa Apolônia